Arquivo do Autor: admin

Inscrições PRORROGADAS – III SEJATIS

Inscrições de comunicações para III SEJATIS  – Prorrogadas

Ficha de Inscrição – Inscrições Gratuitas

Inscrições com apresentação de trabalhos De 31 de agosto a 09 de outubro de 2015
Resultado dos trabalhos aprovados até 13 de outubro de 2015

Inscrições de Propostas de Oficinas para III SEJATIS – Prorrogadas

Proposta de Oficina – Inscrições Gratuitas

As inscrições para ministrar oficinas De 31 de agosto a 09 de outubro de 2015
Resultados das oficinas selecionadas até 13 de outubro de 2015

Obs.: 1. Serão priorizadas as oficinas que se mostrem mais diretamente relacionadas com o tema do evento .
Obs.: 2. Autor (es) e coautores precisam se inscreve como ouvintes no III SEJATIS caso não apresentem comunicação oral. A inscrição é individual.
Obs.: 3. A oficina será realizada em um momento:  dia 21.10.2015 (quarta-feira) das 14h às 16h perfazendo um total de 2h.

As dúvidas e solicitações serão realizadas através do e-mail: obejauneb@gmail.com

NORMAS PARA CONSTRUÇÃO DOS TEXTOS REFERENTES À ARTIGO

Inscrições PRORROGADAS – III SEJATIS

Inscrições PRORROGADAS – III SEJATIS


Inscrições de comunicações para III SEJATIS  – Prorrogadas

Ficha de Inscrição – Inscrições Gratuitas

Inscrições com apresentação de trabalhos De 31 de agosto a 09 de outubro de 2015
Resultado dos trabalhos aprovados até 13 de outubro de 2015

Inscrições de Propostas de Oficinas para III SEJATIS – Prorrogadas

Proposta de Oficina – Inscrições Gratuitas

As inscrições para ministrar oficinas De 31 de agosto a 09 de outubro de 2015
Resultados das oficinas selecionadas até 13 de outubro de 2015

Obs.: 1. Serão priorizadas as oficinas que se mostrem mais diretamente relacionadas com o tema do evento .
Obs.: 2. Autor (es) e coautores precisam se inscreve como ouvintes no III SEJATIS caso não apresentem comunicação oral. A inscrição é individual.
Obs.: 3. A oficina será realizada em um momento:  dia 21.10.2015 (quarta-feira) das 14h às 16h perfazendo um total de 2h.

As dúvidas e solicitações serão realizadas através do e-mail: obejauneb@gmail.com

NORMAS PARA CONSTRUÇÃO DOS TEXTOS REFERENTES À ARTIGO

III Seminário Interdisciplinar do Observatório de Educação de Jovens e Adultos do Território de Identidade do Sisal – Bahia (III SEJATIS)

III SEJATIS - DIVULGAÇÃO

PROJETO DE EVENTO CIENTÍFICO.

DADOS DO PROJETO

NOME DO EVENTO:III Seminário do Observatório de Educação de Jovens E Adultos do Território de Identidade do Sisal Bahia – III SEJATIS
LOCAL DE REALIZAÇÃO:  Valente – Bahia
TEMA: Profissionalização e Identidades na Educação de Jovens e Adultos na Região Sisaleira
DATA DO INÍCIO: 20 de outubro de 2015 (terça-feira)DATA DO TÉRMINO: 22 de outubro de 2015 (quinta-feira)
PERIODICIDADE DO EVENTO: Anual
PÁGINA DO EVENTO: www.obeja.uneb.br

 

ENTIDADE(S) ORGANIZADORA(S)
Universidade do estado da bahia (uneb)DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO – cAMPUS i – SALVADORDEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO – CAMPUS XI – SerrinhaDEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO – CAMPUS XIV – CONCEIÇÃO DO cOITÉPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE (PPGEduC)

 

Endereço: Avenida Silveira Martins, 2555, Cabula, Salvador, Bahia, Brasil – CEP.: 41.195-001
Home Page: http://www.obeja.uneb.br/
Fone: (71) 3117-2479 / 2404
Fax: (71) 3117-2479 / 2404
E-mail: obejauneb@gmail.com
Área do Conhecimento: Ciências Humanas
Subárea do Conhecimento: Educação
Palavras Chave: Educação de Jovens e Adultos; Identidades dos Cidadãos Sisaleiros; Educação Profissional na Educação de Jovens; Território de Identidade do Sisal.
Tipo de Produção: Publicações Anais
Prevê Apresentação e Publicação de Trabalhos: Através de Comitê/Comissão Científica
Tipo de Publicação: Artigo Completo
Tipo de Divulgação:  Publicações do Evento Impressa e em meio eletrônico

 

Objetivo(s) do Evento

Fomentar discussões acerca dos processos de construção e de execução de Políticas Públicas Educacionais direcionadas aos seguintes temas no Território de Identidade do Sisal:  Educação de Jovens e Adultos, Identidades e Educação Profissional;

Refletir sobre a importância na qualidade dos processos educativos na Educação de Jovens e Adultos e na Educação Profissional;

Socializar as Experiências Exitosas da Educação de Jovens e Adultos com vistas às construções culturais que se entrelaçam nas Identidades Socioculturais na Região Sisaleira;

Socializar conhecimentos científicos, tecnológicos e culturais da área de Educação de Jovens e Adultos;

Importância do Evento

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) configura-se como campo específico educacional de responsabilidade pública do Estado (ARROYO, 2005). A diversidade de Sujeitos e ambientes sociais da e na EJA, no Território de Identidade do Sisal  Bahia (TIS) justificam a necessidade de reconfigurações das políticas públicas educacionais e ações de órgãos não governamentais para essa modalidade de ensino.

Não diferente da EJA, a Educação Profissional (EP), enquanto política pública de Estado visa atender os jovens, trabalhadores e alunos oriundos da escola pública com intuito de elevar a escolaridade e a inserção qualificada destes no mundo do trabalho levando assim, em consideração as dinâmicas do trabalho e as características socioculturais dos contextos sociais. Sendo assim, o III Seminário sobre Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal (III SEJATIS) visa discutir sobre as interseccionalidades e intersetorialidades da EJA e da EP nas experiências pedagógicas articuladas à profissionalização dos jovens e adultos no TIS, a fim de pensar as perspectivas do currículo integrado levando em consideração as ofertas e as especificidades socioculturais sisaleiras, bem como suas especificidades dinâmicas produtivas.

O evento pretende propiciar debates/interpretações sobre os sentidos e significados da EJA  e EP nos tempos contemporâneos como direitos sociais. Por isso, pretendemos que esse evento, alcance três resultados significativos: primeiramente, repercuta no âmbito das próprias escolas, gerando em primeiro lugar ações de mobilizações dialógicas entre os sujeitos sociais das comunidades escolares. Em segundo lugar, possibilite interpretações/compreensões das Culturas Populares e Plurais de caráter educativo permanente. Em terceiro, interprete as Políticas Públicas Educacionais para EJA  e EP formuladas e implementadas a curto, médio e longo prazos no TIS. E, por fim, que as comunicações científicas sobre a EJA e EP alcance as instituições educacionais e a sociedade, no sentido de gerar compromissos e participações sociais relevantes para o seu desenvolvimento.

Histórico do Evento

O III Seminário sobre Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal- Bahia será um evento regional e local de iniciativa do Observatório de Educação de Jovens e Adultos do Território de Identidade do Sisal (OBEJA) e do Grupo de Pesquisa Teoria Social e Projeto Político Pedagógico (TSPPP), vinculados ao Programa de Pós-graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) da UNEB. Com apoio dos Departamentos de Educação dos Campi I (Salvador), XXI (Serrinha) e XIV (Conceição do Coité) da UNEB. O seminário pretende estabelecer diálogos com os sujeitos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), pesquisadores/as, agentes sociais, docentes e discentes da EJA e órgãos não governamentais do Território de Identidade do Sisal, abordando os desafios da Educação Profissional (EP) em EJA, com ênfase nas produções de conhecimentos ligados ao mundo do trabalho, sustentabilidade, tradições, memórias e identidades dos sujeitos sisaleiros.

O II Seminário sobre Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal  Bahia (II SEJATIS) residiu na necessidade de promover e ampliar espaços de reflexão, diálogos, pesquisas e debates sobre a EJA na Bahia articulando assim a pós-graduação, as licenciaturas e as escolas de EJA com objetivo de estimular a produção acadêmica e a formação docente, especialmente no Território de Identidade do Sisal (TIS).

Ainda em relação ao II SEJATIS, cujo tema foi Gestão social da EJA, Movimentos Sociais e interfaces com a Educação População, contamos com a parceria das Secretarias de Educação dos seguintes municípios: Araci, Conceição do Coité, Santaluz, Serrinha, São Domingos, Teofilândia e Valente. Apoio dos Departamentos de Educação da UNEB dos Campi I (Salvador), XXI (Serrinha) e XIV (Conceição do Coité). O seminário teve como finalidade estimular e fortalecer diálogos com os sujeitos da EJA, pesquisadores/as, agentes sociais, docentes e discentes da Educação de Jovens e Adultos e órgãos não governamentais do Território de Identidade do Sisal (TIS) com intuito de abordar os desafios, as perspectivas e as experiências socioculturais dos Movimentos Sociais e Educação Popular da EJA.

Nesta perspectiva, os protagonismos sociais da EJA dialogam com os Movimentos Sociais e a Educação Popular quanto a estrutura das Políticas Sociais na Sociedade do Conhecimento, que se fundamenta numa Concepção de Educação ao longo da vida. Destaca-se, também na segunda edição do SEJATIS a forte presença dos movimentos sociais, a realização de oficinas, mesas redondas, conferência de abertura, apresentação de pôsteres, exposição de trabalhos dos movimentos sociais, discente e docentes da EJA.

A primeira edição do SEJATIS – I Seminário sobre Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal (I SEJATIS)  – foi realizado no Centro Cultural Ana Rios de Araújo tendo como título principal: Perspectivas da Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal, ocorrido no período de 21 a 23 de outubro de 2013, na cidade de Conceição do Coité – Bahia, com objetivo de contribuir para o fomento de um debate crítico, pesquisa e formação docente emancipatória sobre o processo de construção e execução de Políticas Públicas Educacionais em EJA e o exercício do fazer docente.

Nesta primeira edição do evento, com a participação de 300 pessoas, foram realizadas duas conferências, uma de

abertura e uma no final, com professores doutores de relevância nacional que trataram de assuntos diversos relativos à temática; mesas redondas com a participação com representantes de várias instituições de ensino superior (UEFS,UERJ, UFBA, UFRB, UNICAMP, UNEB) ; movimentos sociais; segmentos governamentais, Secretarias de Educação Estadual e dos municípios ligados à região sisaleira, onde foram discutidas as demandas especificas da EJA no território, bem como, relatos de experiências exitosas de professores da educação básica e educandos dos municípios de abrangência do OBEJA, com o objetivo de dar voz e vez a esses sujeitos para que eles possam apresentar as suas trajetórias de vida a partir de suas inserções na Educação de Jovens e Adultos, colaborando de forma ativa para uma construção de um currículo mediado pelas práticas sociais do homem.

PÚBLICO ALVO
Caracterização do Público Quantidade
Professoras/es e pesquisadoras/ESOriundas/os das diversas instituições de ensino superior da Bahia. 20
Alunas/os de GraduaçãoAlunas/os de diversos cursos de graduação da UNEB. 20
Alunas/os de Pós-graduaçãoAlunas/os de diversos Programas de Pós-Graduação da UNEB. 20
Profissionais: Educadora/es, profissionais dos municípios do Território de Identidade do Sisal. 200
Movimentos Sociais: Militantes dos movimentos sociais do SISAL e da Bahia. 40
Educandos da EJA: Discentes das escolas estaduais e municipais dos territórios de abrangência do OBEJA 60
Total 360
LINKS IMPORTANTES

II SEJATIS – Credenciamento e participação nas Oficinas.

Fique atento a programação!

Nosso credenciamento começa HOJE – 19/11/2014. Quando o realizar, opte por uma das oficinas que serão ofertadas no dia 20/11/2014 Quinta-Feira – 14h30min às 16h e no dia  21/11/2014 – Sexta-Feira e e13h30min às 14h30min, perfazendo um total de 2h e 30min, no Departamento de Educação (DEDC) do Campus XI (Serrinha) da UNEB.

Aproveitem!

Participem!

Sejam bem-vind@s ao II SEJATIS!

Comissão Organizadora do II SEJATIS

1 2 3 4

Inscritos no II Seminário Interdisciplinar do Observatório de Educação de Jovens e Adultos do Território de Identidade do Sisal – Bahia

Acácia Tainá Oliveira Pinheiro

Adelirio Porcino de Araujo

Admilson Tito dos Santos

Adriana Brito de Lima

Adriana da Silva Viana

Adriana de Santana Silva

Adriane Pereira Lima

Aionã Alencar Sousa

Alessandro dos Reis Santos

Amaí Rodrigues

Amilton Alves de Souza

Ana Angélica Santos

Ana Carla Pinto da Silva

Ana Carla Santana Meireles

Ana Gabriela Lima Pinheiro

Ana Lúcia Silva Anunciação e Silva

Ana Maria Costa da Silva

Andréia Brito de Araújo Silva

Angelo Azevedo Guimarães Dias

Antonio Marcos Carvalho de Pinho

Ariadna de Oliveira silva

Arilton Matos dos Santos

Bárbara de Jesus Reis

Berenice dos Anjos Silva

Bruna de Oliveira Dias

Cailane Santos de Jesus

Camila Dantas da Silva

Camila Santos de Jesus

Carla Araújo Cunho da Silva

Carmen Dolores Rocha da Silva

Cássia Macedo da Silva

Cassiano Lopes Carneiro

Catharine de Lima

Cintia Araujo Ferreira

Claudete dos Santos Lima Carneiro

Claudiane Bispo Ferreira Cruz

Claudiane Vieira das Neves

Claudineia Ferreira dos Santos

Clemilda dos Reis Almeida Lima

Cleonice Matos dos Santos

Creuzeni Silva das Mercês

Crispim Lopes de Oliveira

Cristina Costa de Santana

Cristina de Jesus Santos Silva

Dacivone Ferreira da Santana

Daiana da Silva Moura

Daili dos Santos e Santos

Daise Oliveira Carneiro e Taise Lima de Menezes

Débora Santos Silva

Denise Maria Andrade Silva de Souza

Denise Nunes dos Santos

Deyse de Jesus

Diego Cruz Carneiro

Dione Oliveira Lones

Dioney Carneiro Silva

Edilene Andrade de Matos

Edivânia de Oliveira da Silva Anunciação

Edmilson Costa da Silva

Edmundo das Mercês Anunciação

Eduardo Rodrigues Carneiro

Elcione Carvalho Santos

Elenilda Carneiro dos Santos

Eliana Ferreira de Matos

Eliane de Carvalho Rocha

Elieci dos Reis Santos

Eliomar Araújo dos Santos

Elisandra de Andrade Silva

Eliton Cézar Ribeiro de Almeida

Elizane dos Santos de Oliveira

Ellen da Silva Santana

Emilson de Jesus,

Eric Silva dos Santos

Érica da Silva Mota

Erica de Castro Santos

Érica Santos Araújo

Erivelton França da Silva

Eunice Lopes de Queiroz

Eva Santos de Souza Mota

Évila Oliveira dos Santos

Fabiana Dos Santos

Fabiane Santiago de Oliveira

Fabiolla Batista do Rosário

Franciele da Cruz Santos

Francisco Assis Pereira Oliveira

Francisco dos Santos Portela

Fred Souza Pereira

Gabriela C. Moreira

Geane Costa da Silva

Geane Lima dos Santos Barbosa

Gêisa Cunha dos Santos

Geisiane Lima Santos

Geisylane da Silva Caetano

Geisylane da Silva Caetano

Genilda Araujo dos Santos Ramos

Genivalda Arreto da Silva

Geovana Sousa da Costa

Geovania Evangelista dos Reis

Geronildo Ramos Pereira

Gersier Ribeiro dos Santos

Gerusa de Jesus Cunha

Gilberto Pereira Fernandes

Gildario Almeida Ferreira

Gildete Pereira da Silva

Gilmar Santana dos Santos

Gilvânia Dantas da Silva Souto

Gilvanice Mota da Silva

Gineide lima de jesus

Giovanna Marget Cardoso Menezes

Girlene Santos Amorim

Helane Dantas Marques Oliveira

Helane Dantas Marques Oliveira e Romário de Souza Ferreira

Hernando Pereira de Oliveira

Hilda de Freitas Souza Estrela

Iasmin Tainá Lima do Carmo

Ines Oliveira Bispo

Ingra Mariana Andrade Carneiro da Silva

Ingrid de Jesus Bertoldo

Iracema Silva da Conceição

Iráide Araujo da Silva

Irancarla Souza Sampaio

Irani Almeida de Jesus

Iranildes Rodrigues de Souza

Ismário de Araujo Maciel

Jacilene de Oliveira Queiroz

Jackeline Aparecida Miranda

Jaildes de Jesus Silva

Jaira Lima da Silva Leandro

Jamilly Ferreira dos Santos

Janiele de Jesus Oliveira

Jaqueline Cunha Santos

Jaqueline da Silva Santos

Jarele Santana Rocha

Jaudirene Martins dos Santos

Jessiane Almeida de Lima Calçada

Jéssica da Silva Santos

Jéssica Santos de Araújo

Jessika de Santana Lima

Jileilda de Araújo

Jirlândia Mendes da Silva

Jivaneide Silva Santana

Jociane Brandão de Jesus

Jordana Oliveira Gomes

José Hamilton Pereira

José Luciano Oliveira

Joseane dos Santos Menezes

Josefa Moura de Sousa

Josete Campos Reis Araújo

Josuéliton Carneiro de Oliveira

Jucilene Silva Carvalho

Jucimara Bispo Silva dos Santos

Jucineide Dos Santos Araújo

Juliana Pinto Silva

Juscilene Santana Silva

Jutair da Silva Oliveira

Kaliane Carneiro de Almeida

Karla Maria de Queiroz dos Santos

Karoline Santiago Firmo

Karyne Santiago de Oliveira

Kathieny Kelly Barbosa de Souza

Katiane Amaral Cunha

Keila Maiele Dos Santos Pereira

Keila Theofila Silva Guirra

Kelly Santiago Oliveira

Kely Cristirana Lima de Jesus Olive

Laila Maiana dos Santos Silva

Lannara Lacerda dos Santos

Leidiane Militão de Morais

Leidiane Militão de Morais

Lilian Almeida dos Santos

Lindinalva de Paula

Lívia pinho dos Santos e Santos

Luana Muniz de Sena

Luana Muniz de Sena

Luciano de Jesus Silva

Luciene Alves de Queiroz

Luciene Ferreira dos Santos Neris

Luciene Jesus da Silva

Lucimeire de Jesus Miranda

Lucinara Oliveira Silva

Lucinea Santos Silva Oliveira

Lucivaldo Santos Oliveira

Lucivania Mota de Jesus

Ludmilla de Jesus Silva

Luiz Carvalho de Oliveira

Mabiane Moreira da Silva

Madryracy Ferreira Coutinho Medeiros Ovídio

Magnólia Oliveira de Lima Carneiro

Maise de Oliveira Carneiro

Manoel da Cruz Lima

Marcela Soares da Silva

Marcelia Gomes Greenhalgh

Marcia Campos dos Santos Dias

Márcia Carneiro Oliveira

Márcia Raimunda de Jesus Moreira da Silva

Marcília pereira Luz

Marcio Silva de Andrade

Maria Angélica dos Santos Souza

Maria Aparecida Lopes Ferreira

Maria Celina Santos Alves

Maria Dalva Pinheiro do Rosário

Maria das Graças Gomes Conceição

Maria das Graças Pinto de Oliveira

Maria do Carmo Pereira da Silva Santos

Maria Dulcenida Ferreira dos Santos

Maria Elizabete de Sousa

Maria Eurácia Barreto de Andrade

Maria Fernanda Jesus de Sousa

Maria Fernanda Matos Ricarte de Brito

Maria Franciele Oliveira Pinheiro

Maria Ivone de Souza Oliveira

Maria Jaciely Moreira Santos de Almeida

Maria Jackeline Gomes de Aguiar

Maria Jose Alves Ventura

Maria José Pimentel da Silva Pinheiro

Maria Lara Souza Oliveira

Maria Leci Ferra de Oliveira

Maria Leidiane Reis Mota

Maria Lucinalva Queiroz de Carvalho

Maria Madalena da Silva Santos

Maria Oliveira Santos

Maria Paixão da Mota

Maria Pureza de Moura

Maria Raidalva Nery Barreto

Maria Raimunda Santos Cruz

Maria Raimunda Sena Santos

Maria São Pedro das Virgens Capistrano

Maria São Pedro de Santana Santos

Maria Valeria de Assis Oliveira Lima

Maria Vitoria Nunes Lima Santos

Mariane Conceição Dias da Silva

Mariane de Lima Oliveira

Mariane Oliveira

Marilene dos Santos Queiroz

marilsa Pinheiro do Rosário

Marines da Silva Junqueira

Marineuza dos Santos

Mariselma Santos de Sousa

Mariselma Souza Vieira de Carvalho

Marivalda Silva de Carvalho

Marivan da Silva Amorim

Marlene Pereira Lima

Marly de Oliveira Carneiro

Meire Reis De Sena

Mércia de Oliveira Silva

Milca Maria Cavalcanti de Paula

Missilene Oliveira da Silva

Moises Matos da Silva

Naiane Andrade dos Santos

Naiane Matos Miranda

Naiara Teixeira Barbosa

Naise Pastor de Almeida

Neila Nascimento Lopes Oliveira

Nélia Maria Moreira Clemente Carvalho

Nerivaldo  Carneiro.

Nirele Santiago Queiroz Mota

Noelson Silva de Jesus Santos

Noelza de Souza Carneiro

Odetina Santos de Sousa

Osvaldina Oliveira Lima

Patricia Pereira de Jesus

Raiane Cordeiro de Araujo

Railda Santos Oliveira

Raquel Adelzina Macêdo Silva

Ricardo de Almeida Silva

Ronivea de Lima Oliveira

Rosália dos Santos

Rosemere Lima de Paula

Rosenilda Araújo G. Ribeiro

Rosilene Meireles Silva

Rosimeire de Jesus Pinheiro

Rosimeire Silva de Aquino

Rozangela Teixeira Miranda

Rubemário de Jesus Cruz

Rúbia Mara de Sousa Lapa Cunha

Sâmia Karen dos Santos Silva

Sara Araujo Lopes

Selidalva Gonçalves de Queiroz

Silvanete de Souza Santos

Silvia Pereira de Jesus

Simone Alves Freire

Simone Ferreira de Matos

Sonia Silva

Soraia da Silva Franco dos Santos

Surânia Santos da Silva

Taina Santos

Taise Santos Andrade

Talita Silva da Mota

Tamires Lima da Silva Morais

Tânia De Jesus Bispo de Menezes

Telma Lima da Silva

Teofines Jones Santiago de Oliveira

Terezinha Lima da Cunha

Thiale Lima do Nascimento

Valdete Maria Lauris dos Santos Damasceno

Valdinea Oliveira Silva de Jesus

Vanessa da Silva Cerqueira

Vanessa Lopes de Queiroz

Vanessa Luciano Brito

Verônica Ramos da Silva

Virna da Silva Santana

Vitória de Jesus Santos

Vitória dos Santos Oliveira

Wellington Jesus Silva Souza

Ysla do Nascimento Carvalho

Zenilda Araújo dos Santos

Zilda Silva Carvalho

Zuleide dos Santos  Oliveira

IV Seminário do Observatório de Educação de Jovens E Adultos do Território de Identidade do Sisal Bahia (IV SEJATIS)

moção

COMUNICADO - IV SEJATIS.08.11
IV SEJATIS 1
IV SEJATIS 2

 

CA1

CA2

7 8

 

10

 

9

 

 

 

 

 

2

 

 

1 3 4 5 6

 

meio - saefstry6u7yij

SELEÇÃO DE MONITORIA ACADÊMICA – IV SEJATIS (UNEB/Serrinha)

Ficha de inscrição – Seleção de Monitores para IV SEJATIS
As inscrições serão de 05 de outubro a 30 de outubro de 2016
Inscrições ENCERRADAS – RESULTADO dos selecionados até 23:59 de 31.10.2016 no sitio OBEJA e por e-mail (carta de aceite).
As dúvidas e solicitações serão realizadas através do e-mail: obejauneb@gmail.com

Pré – requisito:
Estudante de Graduação e/ou Educação Básica do Território de Identidade do Sisal na Bahia.

Ficha de inscrição, a ser preenchida neste link:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeDVjfjesIR87HluDKEIn02t1Y_03ciO6tWRye-etzLn34upg/viewform

 

 

meio - saefstry6u7yij

(UNEB/Serrinha – IV SEJATIS)
GRATUITO – Submissão de Trabalhos Acadêmicos

Inscrições sem apresentação de trabalhos De 10 de outubro a 07 de novembro de 2016
Inscrições com apresentação de trabalhos De 05 de outubro a 30 de outubro de 2016
Inscrições ENCERRADAS – RESULTADO das COMUNICAÇÕES selecionadas até 23:59 de 31.10.2016 no sitio OBEJA e por e-mail (carta de aceite).
Resultado dos trabalhos aprovados até 01 de novembro de 2016

As dúvidas e solicitações serão realizadas através do e-mail: obejauneb@gmail.com

Ficha de Inscrição – IV SEJATIS
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdzsELX7H7pqwS0fgmpJpeCtMWFFBND5JNAGH6LWB3ypA2Rrg/viewform

 

 

CARTAZ-SEMINARIO---OBEJA--2016.

Importância do Evento

Com o tema “A Educação de Jovens e Adultos no Território de Identidade do Sisal: Histórias, Memórias e Sociabilidades de Gente de Fibra”, o IV SEJATIS será realizados entre os dias 08 e 09 de novembro de 2016 na UNEB no  Campus de Serrinha com intuito de pensar como Educação de Jovens e Adultos (EJA) configura-se como campo específico educacional de responsabilidade pública do Estado (ARROYO, 2005), aprendizagem dialógica (FREIRE, 2001) e da escola enquanto comunidade de aprendizagem (FLECHA; TORTAJAD, 2010).

A diversidade de Sujeitos e ambientes sociais na EJA possibilitam diversidades de Histórias Vidas e Memórias no Território de Identidade do Sisal Bahia (TIS), ou seja, possibilitam problematizar a necessidade de reconfigurações das políticas públicas educacionais e ações de órgãos não governamentais para Sociabilidades de Gente de Fibra.

A memória interlaça e constrói, preservando no tempo, livrando do esquecimento, da perda. Contudo, a história e a memória, “por meio de uma inter-relação dinâmica, são suportes das identidades individuais e coletivas” (NEVES, 2000, p. 109).

Sendo assim, temos como objetivos:

  • Visibilizar as Histórias e as Memórias por discussões histórica, socioambiental e cultural do Território de Identidade do Sisal;
  • Organizar redes de sociabilidades locais que viabilizarão diversos fazeres, tipos de práticas pedagógicas populares que foram construídas ao longo do tempo com intuito de suprir essas carências;
  • Fomentar discussões acerca dos processos de construção e de execução de Políticas Públicas Educacionais direcionadas aos seguintes temas no Território de Identidade do Sisal: Educação de Jovens e Adultos, Educação Ambiental e da Popular; Memórias e Histórias de Vida;
  • Socializar Experiências Exitosas da Educação de Jovens e Adultos com vistas às construções culturais que se entrelaçam nas Identidades Socioculturais na Região Sisaleira;
  • Conhecer o contexto e a formação sociocultural de Território do Sisal como ferramenta importante para o planejamento educacional, pois a História da Educação, as Memórias de seus antigos moradores, professores, estudantes idosos e adultos com as suas experiências sobre o ato de educar, ou seja, a pedagogia em ação; explicam como as Sociabilidades de homens e mulheres de Fibra constituem o ambiente sociocultural desse território;
  • Socializar conhecimentos científicos, tecnológicos e culturais da área de Educação de Jovens e Adultos.